Shop Mobile More Submit  Join Login
About Varied / Hobbyist Danilo Lemes dos SantosMale/Brazil Recent Activity
Deviant for 8 Years
Needs Core Membership
Statistics 294 Deviations 921 Comments 11,242 Pageviews
×

Newest Deviations

Literature
Capitulo 57: Os Aliados das Maquinas
Os Aliados das Máquinas
Encontrar os inimigos de Ishiwa era algo muito fácil pois todos os que se consideravam aliados das máquinas tinham pequenas fábricas bem protegidas. Ishiwa não podia fazer nada quanto a eles pois o rei os apoiava, já que eram também mecânicos e cientistas, mas ao mesmo tempo, eles não podiam fazer nada contra Ishiwa pois nunca tiveram informação ou motivo para atacar um homem que apenas detestava colocar sentimentos e escolhas em um ser feito de metal, isso é claro, até Rolph chegar até eles. Querendo ajudar a anja, ele fez exatamente como Belldandy pediu e foi até eles em busca de ajuda, revelando os segredos das fábricas do líder anão.
De início, é claro, ninguém acreditava nele. Por que escutar um homem que queria invadir um dos locais mais bem protegidos do reino? Rolph disse que sua amiga tinha espionado Ishiwa e descoberto seus planos de tomar o
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 0
Literature
Capitulo 56: Fabrica de Guerra
Fábrica de Guerra
O plano de Belldandy era arriscado, mas se funcionasse, o reino do metal não sofreria com a eliminação de mais 100 vidas em troca de máquinas e talvez Sabot teria um corpo novo em folha. A ideia é que ela precisava entrar na fábrica central, onde os prováveis novos modelos BOT estavam sendo montados e onde Sabot conseguiria seu novo corpo. Sem suas asas, Belldandy não poderia fugir, mas com a ajuda de um golem de bronze, quem sabe ela não conseguiria abrir caminho para sua fuga? Mas isso não era tudo. Ela pretendia expor o que Ishiwa estava fazendo, usando Sabot como prova. Enquanto os dois avançavam para o perigo, Rolph iria fazer um último favor para a anja e entrar em contato com alguns grupos de mecânicos que eram a favor das máquinas, os maiores rivais de Ishiwa e pedir a ajuda deles para por um fim no anão tirano.
Cada um deles correu para uma direção diferente e Bel
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 0
Lots of Monsters, Lots of Songs by Daniloolinad Lots of Monsters, Lots of Songs :icondaniloolinad:Daniloolinad 3 0 Smoking by Daniloolinad Smoking :icondaniloolinad:Daniloolinad 2 0 Always Happy by Daniloolinad Always Happy :icondaniloolinad:Daniloolinad 1 0
Literature
Capitulo 55: Humanos de Bronze
Humanos de Bronze
Os próximos dias foram tensos para Belldandy e Sabot pois eles passaram a viajar escondidos pelo reino, procurando por um jeito de entrar nas fábricas e laboratórios e procurar qualquer pista sobre um novo corpo para o núcleo onde estava a fonte de energia, ou seja, a alma de guerreiro de Sabot. Logo nos dois primeiros dias de busca, Belldandy percebeu que não seria fácil passar despercebida pelos guardas caminhando durante o dia, então pediu que Rolph encontrasse um manto negro, que ela usaria apenas de noite e assim, seria mais fácil para passar despercebida.
A desculpa que Rolph deu ao taverneiro foi que Belldandy tinha um sério problema de pele e que precisava se esconder do sol o máximo possível. Como ela estava com a pele nas costas queimada devido a explosão no reino da terra, não foi difícil provar o que estavam dizendo. A partir do quarto dia, já com seu manto negro e com Sabot
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 0
Literature
Capitulo 54: O Povo Dividido
O Povo Dividido
Uma enorme nuvem de pó surgiu ao longe e os mercadores finalmente viram o reino do metal chegando. Enormes muros de puro ferro e pedra, fábricas e mais fábricas, e um portão gigante com uma grande fila de pessoas querendo entrar. Belldandy cobriu muito bem a mochila para que o brilho da alma de Sabot não chamasse atenção e se cobriu com seu manto cinzento. Rolph juntou os mercadores e entrou na fila enquanto as pessoas falavam com os guardas a frente, mas ele aproveitou para puxar assunto com a anja:
Rolph: Bell... acho que temos um problema...
Belldandy: Mais um? O que foi dessa vez?
Rolph: Dê uma boa olhada ali na frente... entre os guardas está o nosso problema...
Após focar no ponto que Rolph comentou, Belldandy viu um anão. O homem tinha a barba negra, suja de poeira e o corpo carregava ferramentas e partes de armadura. Parecia ser algum tipo de mecânico, mas com certeza se destacava entre os soldad
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 0
The Queen Is Bored by Daniloolinad The Queen Is Bored :icondaniloolinad:Daniloolinad 4 0 Ninja Fangirl by Daniloolinad Ninja Fangirl :icondaniloolinad:Daniloolinad 2 0
Literature
Capitulo 53: Rugido do Tornado
Rugido do Tornado
Um amaldiçoado e uma dragoa estavam prestes a se enfrentar na sala do trono do castelo na capital do reino do fogo e a única previsão para um encontro como aquele era destruição. Escamas verdes e brilhantes cobriam aos poucos o corpo de Lillian enquanto suas asas batiam, a fazendo subir e seus chifres e cauda cresciam. Em volta da maga um círculo de vento veloz e poderoso se formava enquanto o rei Molthenos assistia tudo com um frio suor escorrendo do canto do rosto. Ele sabia que precisaria de muito mais poder que o normal para enfrentar algo do nível de um dragão, então apelou para os poderes demoníacos que havia acumulado com o tempo, fazendo sua espada ferver e seu coração queimar, até o ponto de que a pele do homem estava ficando avermelhada e seus músculos cresciam rapidamente.
Os monstros estavam prontos, as apostas haviam sido feitas e o sangue fervia para um duelo de grandes criatura
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 0
The Beauty Looking At You by Daniloolinad The Beauty Looking At You :icondaniloolinad:Daniloolinad 1 0 She Eat Bugs by Daniloolinad She Eat Bugs :icondaniloolinad:Daniloolinad 1 0 Drop The Beat by Daniloolinad Drop The Beat :icondaniloolinad:Daniloolinad 5 0 In The Blizzard by Daniloolinad In The Blizzard :icondaniloolinad:Daniloolinad 3 3
Literature
Capitulo 52: Asas de Jade
Asas de Jade
O desespero tomava o coração da maga aos poucos enquanto ela juntava o máximo de aliados que podia com o pouco tempo que tinha. Sacrificar vidas para criar magia demoníaca... como ela não tinha pensado nisso antes? É claro que os demônios faziam sacrifícios em seus feitiços mais poderosos, e ela precisava impedir que as forças do rei Molthenos voltassem ao que eram antes. Rápidos como o vento e liderados pela maga excêntrica, os rebeldes avançaram pelas ruas, leves e prontos para o combate enquanto atacavam os portões do castelo com facilidade.
O rei e suas tropas não esperavam um contra ataque dos rebeldes tão cedo, e apesar de suas forças combinadas com o poder dos seres do inferno, a quantidade de rebeldes e suas estratégias de combate foram mais que suficiente para abrir caminho castelo adentro. Na frente de todos, Lillian disparava seus feitiços de vento, cortando cam
:iconDaniloolinad:Daniloolinad
:icondaniloolinad:Daniloolinad 0 2
Dance With Me by Daniloolinad Dance With Me :icondaniloolinad:Daniloolinad 2 0

Favourites

The Night Newsprint:Asylum by CreatureBox The Night Newsprint:Asylum :iconcreaturebox:CreatureBox 486 30 gum by mirchancey gum :iconmirchancey:mirchancey 36 1 Full Body Commission - Endejester by dapper-owl Full Body Commission - Endejester :icondapper-owl:dapper-owl 485 12 underswap alphyne by dongoverlord underswap alphyne :icondongoverlord:dongoverlord 376 14 MS SUCCUBI 2 by Cubesona
Mature content
MS SUCCUBI 2 :iconcubesona:Cubesona 450 31
SMITE BobRoss Sylvanus by Scebiqu SMITE BobRoss Sylvanus :iconscebiqu:Scebiqu 1,145 74 Ashi by JagoDibuja Ashi :iconjagodibuja:JagoDibuja 1,081 52 [KK] Christmas Chaun is exited by CyciTheConqueror [KK] Christmas Chaun is exited :iconcycitheconqueror:CyciTheConqueror 40 63 alphys outfits by dongoverlord alphys outfits :icondongoverlord:dongoverlord 262 12 Art Trade: Joker n Entertainer by YAMsgarden Art Trade: Joker n Entertainer :iconyamsgarden:YAMsgarden 1,427 54 matilda by scary-PANDA matilda :iconscary-panda:scary-PANDA 218 5 [C] Gula Pin-Up by zigzaggin-goon
Mature content
[C] Gula Pin-Up :iconzigzaggin-goon:zigzaggin-goon 51 19
Fullbody Commission ! by Velloria Fullbody Commission ! :iconvelloria:Velloria 5 2 sugar ( OFF ) by mirchancey sugar ( OFF ) :iconmirchancey:mirchancey 37 2 FA: Marine Guard Bartender by dinmoney FA: Marine Guard Bartender :icondinmoney:dinmoney 592 20 MS SUCCUBI by Cubesona
Mature content
MS SUCCUBI :iconcubesona:Cubesona 387 26

Groups

Activity


Os Aliados das Máquinas

Encontrar os inimigos de Ishiwa era algo muito fácil pois todos os que se consideravam aliados das máquinas tinham pequenas fábricas bem protegidas. Ishiwa não podia fazer nada quanto a eles pois o rei os apoiava, já que eram também mecânicos e cientistas, mas ao mesmo tempo, eles não podiam fazer nada contra Ishiwa pois nunca tiveram informação ou motivo para atacar um homem que apenas detestava colocar sentimentos e escolhas em um ser feito de metal, isso é claro, até Rolph chegar até eles. Querendo ajudar a anja, ele fez exatamente como Belldandy pediu e foi até eles em busca de ajuda, revelando os segredos das fábricas do líder anão.
De início, é claro, ninguém acreditava nele. Por que escutar um homem que queria invadir um dos locais mais bem protegidos do reino? Rolph disse que sua amiga tinha espionado Ishiwa e descoberto seus planos de tomar o reino após criar novas máquinas de guerra. Muito quiseram acreditar pois odiavam o anão igualmente, devido a humilhações e ofensas que existiram durante muitos anos. Rolph comentou sobre o fato de Ishiwa ter retirado as almas de várias pessoas para dar poder ás suas máquinas, e muitos ficaram pensativos sobre isso, lembrando da época em que o anão havia contratado vários ex soldados e mercenários.
Mas, quando Rolph comentou sobre os grandes carregamentos de bronze, muitos ficaram inquietos e discutindo entre si. O mercador não entendeu por que o carregamento de bronze era tão importante, mas muitos mecânicos ali sabiam que cargas grandes de metal deveriam ser divididas pelas fábricas do reino devido a grande compra de metal. Ninguém tinha ouvido falar de uma carga grande de bronze nos últimos dias, ou seja, Ishiwa estava conseguindo seu material com quem e onde? Ele estava roubando das outras fábricas? Como o rei não informou a todos sobre esses carregamentos? Era tudo ilegal?
As perguntas apenas aumentavam e o barulho também. Muitos queriam ver o que estava acontecendo dentro daquelas fábricas, e se Ishiwa estava mesmo fabricando uma enorme tropa, com material roubado de outras fábricas e pronto para atacar o próprio reino a qualquer momento, eles deveriam saber. Com isso, Rolph conseguiu um grupo consideravelmente grande de soldados e golens. Juntos, eles avançaram na direção das fábricas e Rolph, escondido, apenas se preocupava com a amiga que ainda não tinha dado sinal algum de que sairia viva de lá.
Parados na frente dos portões e na mira dos soldados de Ishiwa, os aliados das máquinas ordenaram entrada nas fábricas pois uma vistoria seria necessária. Era uma das regras do reino do metal de que todas as fábricas eram supervisionadas por soldados do rei e qualquer suspeita de roubo ou crime deveriam ser verificados, mesmo que fosse de última hora. Com uma boa justificativa, qualquer mecânico ou cientista podia manter os materiais que tinha conseguido com seu próprio esforço, mas material oferecido pelos agentes do rei deveriam ser divididos igualmente. Se Ishiwa tinha roubado o bronze oferecido a todas as outras fábricas, seria punido com certeza, mas o problema começou quando os soldados que serviam o anão não permitiram a entrada de ninguém.
Eles não podiam impedir uma vistoria, disse o líder do grupo a frente dos portões, e com autoridade que não tinham, os soldados de Ishiwa ordenaram que todos se afastassem pois aquela área era restrita. Os muros se tornavam mais perigosos conforme mais soldados e golens se juntavam para defender o local, e o líder dos aliados das máquinas ordenou passagem mais uma vez, dizendo que a vistoria deveria ser feita e que por lei, eles obedeceriam ou seriam punidos. Mais uma vez, sua passagem foi negada, e aqueles homens sabiam que algo de ruim  estava acontecendo lá dentro. Quando o líder avisou que iria entrar em contato com o rei para avisar sobre o que estava acontecendo ali, ele levou um tiro no peito, sendo arremessado para trás.
Os homens de Ishiwa não podiam deixar que aquelas pessoas entrassem nas fábricas, mas também não podiam deixar que o rei ficasse sabendo daquela situação, pois não conseguiriam impedir a entrada da guarda real nas fábricas, ou seja, eliminar as testemunhas e se livrar dos rivais seria um golpe que eliminaria 2 problemas, e um violento tiroteio começou.
Na fábrica central, todos já podiam escutar o som dos tiros enquanto as fábricas eram atacadas, exceto por Ishiwa e alguns de seus soldados pessoais, que nesse momento, estavam torturando a pobre Belldandy, e pior, usando a energia de Sabot para dar poder as máquinas que sopravam fogo no corpo da anja. Ambos gritavam de dor e raiva naquele momento, apesar de que apenas os gritos da mulher podiam ser escutados pelo anão que continuava a fazer testes com aquela bela e nova energia. Logo, um mecânico entrou correndo na sala e avisou Ishiwa de que as fábricas estavam sendo invadidas por soldados aliados das máquinas.
Ao invés de raiva, um sorriso surgiu no rosto0 do anão, que sabia que poderia atacar aqueles homens e justificar ao rei de que foi pura defesa contra bandidos. Ele deixou um dos mecânicos na sala com Belldandy e Sabot e partiu para a batalha com sua arma de fogo em mãos. As grandes portas metálicas foram fechadas e o homem foi deixado sozinho ao lado de um lança chamas ligado a um estranho cristal redondo e brilhante e perto de uma mulher de manto queimado e corpo coberto por feridas de queimaduras. Belldandy já tinha perdido boa parte dos longos cabelos e a pele estava avermelhada e escurecida. Aquela tortura era mesmo necessária? De repente, ela começou a falar sozinha:

Belldandy: Não se preocupe... estou bem... -disse ela, confundindo o homem.

Belldandy: Não, não precisa ficar preocupado. Eles podem ferir meu corpo físico o quanto quiserem, contanto que meu espírito se mantenha forte.  - do que diabos ela estava falando?

Belldandy: Sim... eu sei... tudo poderia ser tão diferente... e pensar que os demônios foram minha primeira preocupação nesse mundo... alguns homens são piores que muitos monstros... -nisso, ela tinha certa razão.

Belldandy: O que acontece se eu morrer? Bem, meu espírito voltará ao paraíso... e imagino que meus superiores não irão deixar que eu volte ao mundo físico nem tão cedo. Não posso ir embora agora... tenho muito a fazer ainda... você precisa de mim... um anjo nunca poderia deixar uma alma indefesa para trás... -O homem apenas coçou a cabeça, imaginando que ela tinha enlouquecido.

Belldandy: Armas humanas causam muito menos estrago em meu corpo, então essas chamas não vão em matar...ainda... mas devo me focar em minhas defesas... estou enfraquecida depois do que aconteceu com as minhas asas... não sei se tenho energia o suficiente depois disso... -Asas? Será que aquela mulher não era tão humana como parecia?

Belldandy: Eu devo completar minha missão... não posso desistir agora... mas estou tão fraca... meu poder mágico está vazando como uma ferida aberta que deixa o sangue escapar... é tão injusto... eu queria poder me recuperar mais rápido, mas as pessoas continuam me machucando... vai ser muito difícil se recuperar desse jeito...

O mecânico estava prestes a fazer algumas perguntas pois estava confuso até demais, porém, não esperava que o que estava acontecendo fora daquela sala fosse interferir em sua guarda e sua atenção. Os soldados aliados das máquinas já tinham aberto espaço pelos portões e avançado para dentro das fábricas. Rolph teve tempo o suficiente para se esconder e entrar sorrateiramente na fábrica central já que os guardas estavam todos focados no combate. Já na sala onde Belldandy se encontrava, ele atingiu a cabeça do homem por trás com uma ferramenta enquanto desligava a máquina que cuspia fogo e retirava os cabos que se ligavam no cristal, ou seja, Sabot:

Rolph: Céus... o que fizeram com você, anja!?

Belldandy: Isso... não é importante agora. tem... máquinas aqui... peito aberto... coloque o cristal em um deles... rápido...

Rolph: Mas e você? Não posso te deixar pendurada. Primeiro eu te liberto, certo?

Rolph fez questão de tirar Belldandy de suas correntes mas ambos mal tiveram tempo de reagir enquanto Rolph era arremessado do outro lado da sala, isso por que Ishiwa suspeitou que algo estava estranho na invasão daqueles soldados e voltou para a sala de tortura. Assim que viu o que estava acontecendo, atirou em Rolph pelas costas, enchendo o ar de cinzas e sangue. Belldandy mal tinha forças para reagir enquanto o anão lhe chutava no peito, derrubando a anja de costas no chão:

Ishiwa: Você achou mesmo que ia escapar de mim, não é? Garota esperta... mas eu já estive em bem mais batalhas que você.

Belldandy: Hehe... mais que eu? Impossível...

Ishiwa: Não sei o que você tem de especial para ser salva e não sei o que aquele homem queria, mas você não vai sair daqui a não ser que sejam só suas cinzas.

Belldandy: Você é um monstro... tomar seu próprio reino e roubar almas para criar máquinas de guerra? Por que?

Ishiwa: Cansei de ver o incompetente do nosso rei achando que sabe o que está fazendo. Demônios, reinos rivais, crimes... tudo isso seria resolvido coma  tropa correta. Se ele não sabe botar ordem no que é dele, vou tomar para mim e mostrar como se faz! O imperador sabia fazer isso, mas ele se foi! Os reis não se unem como deveriam e ainda por cima, desperdiçam força! eu seria um rei melhor!

Belldandy: No final, é sempre a ignorância de um que causa a dor de muitos...

Ishiwa: Tanto faz. Terei resultados, nem que para isso, eu tenha que esmagar todos no meu caminho!

Belldandy: A partir de agora, você não vai esmagar mais ninguém...

Ishiwa: Haha, sério? E o que você acha que vai fazer para me impedir?

Belldandy: Eu? Não... Sabot...

Ishiwa não entendeu por que aquela mulher estava mais uma vez repetindo o nome errado do golem, quando se deu conta que estava prestando atenção demais nela. Rolph não estava morto ainda. A arma tinha causado um ferimento sério, mas mesmo sangrando, ele não deixaria sua amiga de lado. Enquanto o anão estava distraído, ele pegou o cristal de Sabot e colocou no peito da primeira máquina que viu. Um dos novos golens de Ishiwa. Os enormes soldados de bronze. Assim que encaixou o cristal ali, Rolph viu o peito do golem se fechar e o gigantesco cavaleiro de bronze tremer. Seus olhos se acenderam em uma luz vermelha, o corpo se ergueu, e antes que qualquer um pudesse entender o que estava acontecendo ali, o golem deu um salto na direção de Belldandy, caindo um pouco atrás da anja e descendo um murro com seu grande punho. Ishiwa saltou para trás, assustado com a cena e se desviando do golpe pois sabia da força daquela máquina e não podia acreditar que sua própria criação estava ali, funcionando e ainda mais, o atacando. Belldandy sorriu, olhando por cima dos ombros enquanto o gigante de bronze a protegia e fechada os punhos, olhando fixamente para Ishiwa:

Belldandy: Como se sente amigo?

Sabot: Eu me sinto... vivo!
Fábrica de Guerra

O plano de Belldandy era arriscado, mas se funcionasse, o reino do metal não sofreria com a eliminação de mais 100 vidas em troca de máquinas e talvez Sabot teria um corpo novo em folha. A ideia é que ela precisava entrar na fábrica central, onde os prováveis novos modelos BOT estavam sendo montados e onde Sabot conseguiria seu novo corpo. Sem suas asas, Belldandy não poderia fugir, mas com a ajuda de um golem de bronze, quem sabe ela não conseguiria abrir caminho para sua fuga? Mas isso não era tudo. Ela pretendia expor o que Ishiwa estava fazendo, usando Sabot como prova. Enquanto os dois avançavam para o perigo, Rolph iria fazer um último favor para a anja e entrar em contato com alguns grupos de mecânicos que eram a favor das máquinas, os maiores rivais de Ishiwa e pedir a ajuda deles para por um fim no anão tirano.
Cada um deles correu para uma direção diferente e Belldandy agora rezava que sua infiltração funcionasse pois iria fazer diferente da primeira vez. O plano agora iria envolver alguns ganchos, cordas e o cálculo de tempo perfeito. Era horrível admitir que a mente matemática de Lillian iria ajudar bastante naquele momento... Por que a maga irritante só era necessária quando não estava por perto?
Belldandy avançou para perto da primeira fábrica e notou que apesar dos muros fechados, não havia nenhum golem por perto. Onde estavam as máquinas de defesa? Ela notou que haviam guardas andando pela parte superior dos muros, então alguma defesa eles tinham, apesar de menor. Ela passou alguns minutos analisando o caminho que os guardas faziam e rapidamente, jogou seu gancho e escalou os muros. Seu treinamento militar e sua agilidade angelical lhe daria vantagem contra guardas humanos, mas mesmo assim, algo estava muito errado... tudo estava estranhamente fácil.
Após recolher a corda e o gancho e saltar para dentro da fábrica, Belldandy passou sem ser vista com facilidade por alguns mecânicos que ainda trabalhavam até tarde da noite, criando peças e armas para as futuras novas máquinas do reino. Ela chegou perto do portão que ligava a fábrica secundária à fábrica central, e notou que muitas cargas de bronze estavam sendo levadas em carroças entre as fábricas, o que talvez pudesse ajudar. Quando notou uma carroça pronta para a viagem, sorrateira, a anja avançou para baixo da carroça, presa perto das rodas enquanto a carga lentamente ia em direção a gigantesca fábrica central de Ishiwa, que parecia mais um forte de puro metal. Fumaça sempre vinha de suas chaminés, o som de ferramentas em ação apenas aumentava e o brilho do fogo e do ferro em brasa clareava o caminho. Assim que a carroça parou, Beldandy esperou pelo momento correto e se escondeu atrás de algumas caixas. Todas cheias de bronze, muito bronze.
Belldandy deu uma boa olhada em volta e continuou a andar escondida por entre caixas, forjas, mesas de ferramentas e partes de máquinas estranhas até que algo chamou sua atenção. Um grande portão metálico de onde vinha uma estranha luz dourada,e é claro, quanto maior o tesouro, maior a porta e a tranca, ou seja, ali com certeza tinha algo importante. Após esperar o suficiente para ter caminho seguro, ela foi até o portão e testou um empurrão. Trancada, óbvio. Ela olhou em volta para ver se estava tudo seguro e invocou sua arma, não para disparar, mas para usar a lâmina da baioneta na ponta do rifle no vão da porta para cortar a tranca e abrir passagem.
O que viu lá dentro a espantou. Após fechar novamente a porta, ela se viu em uma sala cheia de peças de golens, mas apenas 3 deles estavam montados e aparentemente prontos. Armaduras enormes, braços longos, bronze reforçado, a mesma crista do antigo modelo BOT no topo da cabeça, mas era menos arredondado e tinha ombros largos. Os 3 golens estavam com o peitoral aberto, como se algo pudesse ser encaixado ali, e nesse momento, Belldandy percebeu que o núcleo de Sabot se encaixaria perfeitamente ali. Ishiwa estava realmente repetindo seu projeto, incluindo a fonte de energia. Feliz por encontrar um corpo para o amigo, Belldandy se esqueceu por um momento de que estava em um lugar tão perigoso e tirou o núcleo, a alma de Sabot da mochila que carregava, pronta para encaixá-lo em seu novo corpo, mas ao dar mais dois passos, foi erguida ao ar pela perna e colocada de ponta cabeça.
Uma armadilha de correntes com pregos se enrolou em sua perna e cravou em sua carne, erguendo a anja, que logo depois foi envolvida por uma rede feita com o mesmo tipo de corrente. A dor dos pregos era forte, os olhos se fecharam apertando enquanto o sangue da angelical pingava e o núcleo de Sabot rolava lentamente pelo chão, logo sendo pego pelo soldado que entrava pelo portão, sendo acompanhado por mais alguns guardas e pelo próprio Ishiwa:

Ishiwa: Hora, vejam só. Os mecânicos disseram a verdade. Viram uma pessoa de manto negro dentro da fábrica... Então, uma ladra, hein?

Belldandy: Não sou uma ladra! Se existe um vilão aqui, é você!

Ishiwa: Hah, eu? Essa é boa. Os rumores dizem que você roubou o reino da terra após o grande tremor!

Belldandy: O que? Reino da terra? Do que está falando?

Ishiwa: Uma pessoa de manto negro que vem roubando os tesouros de reis.

Belldandy não sabia do que o homem estava falando, mas com certeza não queria que ele ficasse com Sabot nem mais um segundo. Ela usava o máximo de suas forças para tentar se soltar, mas as correntes e pregos a seguravam forte, a dor apenas aumentava conforme tentava se mover:

Ishiwa: Tanto faz. Você me trouxe algo que eu estava precisando.

Belldandy: Como assim?

Ishiwa: Esse cristal... -disse ele apontando para a alma de Sabot- ...perdemos todos eles a anos atrás e o mago que as construiu foi viver no reino da floresta. Eu demoraria meses enviando um mensageiro para buscá-lo, mas podemos adiantar nossos testes! Você me trouxe uma de minhas antigas fontes de energia!

Belldandy: Ele não é uma fonte de energia! Ele era um humano e você tirou a vida dele! O entregou facilmente aos demônios!

Ishiwa: Não, ele ERA um humano, agora é apenas uma bateria. Ou acha mesmo que tem algum tipo de consciência aqui?

Belldandy não podia acreditar que aquele anão desprezível estava mentindo para ela... ou será que não estava? Talvez ele fosse tão ignorante que não soubesse que ainda havia consciência em Sabot... mas isso não mudava a situação e ainda assim, ele tinha matado pessoas e retirado suas almas:

Belldandy: Você acha que me engana? Sei dos seus planos. Sei que matou pessoas para fazer suas máquinas. Diz que não apoia máquinas que mostram sentimentos ou pensam sozinhas, mas tira a vida de pessoas, seu passado, sua mente, e os coloca em corpos de metal frio!

Ishiwa: Sua opinião não importa. Temos uma fonte de energia com a qual podemos fazer nossos testes e não vou deixar você atrapalhar.

Belldandy: O rei não vai deixar você matar mais pessoas!

Ishiwa: O rei não soube da última vez, não vai saber agora. Aliás, tive uma ótima ideia... -sorriu ele--- ...você! Vai ser uma cobaia e tanto. Assim que fizermos os primeiros testes e o golem estiver ligado, testaremos ele em você e veremos se as armas são eficientes!

Belldandy: Não adianta ligar sua máquina. Sabot nunca me atacaria!

Ishiwa: Sabot? -disse ele analisando o cristal, e rindo logo depois- HAHAHA, Sabot??? Não, isso não é um nome. É um número de série! Essa coisa não tem nome, história ou coração! 54 BOT é apenas mais uma bateria.

Belldandy: ELE É UM HOMEM E VOCÊ TIROU A VIDA DELE! ELE QUER VOLTAR A VIVER OU SE LIBERTAR! VOCÊ QUE É O VERDADEIRO DEMÔNIO AQUI! -berrou ela, vermelha de raiva.

Ishiwa: Se isso encher o coração de meus inimigos de medo, que seja. Me chame de demônio. Chamem um mago pois faremos testes com essa energia. Quero ter certeza que essa mulher estranha não fez nada de esquisito com minha bateria. Aliás, prendam ela onde todos possam ver. Vai ser um tiro ao alvo divertido.

Enquanto os soldados, armados com machados e lança-chamas retiravam Belldandy das correntes e a levavam como prisioneira, a anja podia ouvir o grito de seu amigo, que estava sendo levado pelo inimigo, mas não era um grito de medo, e sim de raiva. Raiva por não poder fazer nada, não poder se mover para ajudar a amiga.
Eles estavam em uma situação ruim, mas ninguém naquela fábrica sabia o que iria acontecer a seguir, pois nesse momento, Rolph estava fazendo muito bem o seu trabalho e sendo um mercador muito convincente para os inimigos de Ishiwa. Os aliados das máquinas.
Mudança grande nos planos!

Fala galera. To passando pra avisar que algumas mudanças drásticas vão acontecer na minha galeria, mas isso vai me tomar um bom tempo. Necropolis, que é minha próxima webcomic, acabou sendo um desafio pois me descobri um artista não tão bom assim, então os resultados serão a longo prazo enquanto pratico um novo estilo de desenho. Bem, só lhes peço paciência!

Danilo L.S.

deviantID

Daniloolinad's Profile Picture
Daniloolinad
Danilo Lemes dos Santos
Artist | Hobbyist | Varied
Brazil
Olá pessoal. Me chamo Danilo Lemes dos Santos, um simples artista por diversão que mora no brasil. Digo por diversão pois ainda não consegui nada profissional com a coisa ainda, mas quem sabe? Me desejem sorte. Em minha galeria divido com vocês meus projetos pessoais, pensamentos, ideias e algumas coisinhas a mais que passarem por essa massa de loucura que eu chamo de cérebro. Eu aceito pedidos de desenhos, então por favor, podem comentar o que quiserem. O apoio dos fãs, se é que tenho algum, me ajuda demais.
__________
Hello everyone. My name is danilo Lemes dos Santos, a simple artists that draws and write for fun and lives on Brazil. I say "for fun' because i couldnt work with something professional and earn some money yet, but who knows? Wish me luck. In my gallery you can find my personal projects, thoughts, ideas and some other little things that cross that crazy mass of madness that i call my brain. I accept requests, so please, feel free to comment and ask. The feedback of my fans, if i have any, is very important to me.
Interests

Comments


Add a Comment:
 
:iconaenea-jones:
Aenea-Jones Featured By Owner Apr 15, 2017  Hobbyist General Artist
Hi! Hi!
I've come here to give you a llama, but it seems I already did that at some point Sweating a little...
Oh well, have a nice day then! And enjoy some coffee! :D (Big Grin)

L O V E Coffee by KmyGraphic
Reply
:iconlexissketches:
LexisSketches Featured By Owner Jan 9, 2017
:) Hello there! 
:la: Just stopping by to say hello! :snowflake: :hug:
Hope you have a wonderful day, and may this year be a good one for you!
PS: I found you via the random deviant button!
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Mar 14, 2017  Hobbyist General Artist
Oh, i wish more comments this year XD Im feel like i need some! Haha.
Reply
:iconan0m:
An0m Featured By Owner Dec 24, 2016
Strolls past
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Mar 14, 2017  Hobbyist General Artist
Yo!
Reply
:iconudonmonster:
udonmonster Featured By Owner Nov 28, 2016  Student General Artist
Thanks for the watch!!! <3
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Nov 28, 2016  Hobbyist General Artist
You deserve all the watches! [no pun intended]
Reply
:iconudonmonster:
udonmonster Featured By Owner Nov 28, 2016  Student General Artist
No pun detected lolol I have a slow brain oTL
You're very kind
:iconrubcheeksplz:
Reply
:iconmako-fufu:
Mako-Fufu Featured By Owner Jun 2, 2016  Professional General Artist
Obrigada pelo +watch! :hug:
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Jun 9, 2016  Hobbyist General Artist
Sua arte é linda ;) Você merece todos os watchs / Your art is beautiful ;) You deserve all the watchs
Reply
:iconcarlos-the-g:
Carlos-the-G Featured By Owner May 4, 2016  Hobbyist Digital Artist
Hey, thanks for the watch!
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner May 8, 2016  Hobbyist General Artist
You're welcome :) love your artwork and your demon girls ;p
Reply
:iconeridamnson:
eriDAMNSON Featured By Owner Apr 4, 2015
A wwatch for the amazin rox ;3
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Apr 13, 2015  Hobbyist General Artist
Heh, thanks! You're the amazing one!
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Aug 20, 2014  Hobbyist General Artist
WOW! i stay away from deviantart for 3 days and BOOM! more than 1600 deviations? Now im happy :D

-----

UAU! fiquei longe do deviantart por 3 dias e BUM! mais de 1600 deviations. Fiquei feliz agora! :D
Reply
:iconrodrigodr782:
rodrigodr782 Featured By Owner Aug 4, 2014  Student General Artist
oi , sou eu do grupo :P
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Aug 4, 2014  Hobbyist General Artist
opa, bem vindo a minha galeria! XD
Reply
:iconrodrigodr782:
rodrigodr782 Featured By Owner Aug 4, 2014  Student General Artist
XD 
Reply
:iconitsybitsyprincess:
itsybitsyprincess Featured By Owner Mar 3, 2014  Hobbyist Digital Artist
sup. +watch porque você é br e gosta de homestuck ;'D
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Mar 6, 2014  Hobbyist General Artist
opa, valeu itsy! :) Espero que goste dos próximos projetos!
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Feb 5, 2014  Hobbyist General Artist
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Feb 1, 2014  Hobbyist General Artist
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Nov 26, 2013  Hobbyist General Artist
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Oct 31, 2013  Hobbyist General Artist
Reply
:icondaniloolinad:
Daniloolinad Featured By Owner Oct 31, 2013  Hobbyist General Artist
Reply
Add a Comment: